Arquivo da tag: Pedalar com esporão

Pedalar: treino alternativo

    Para variar meus treinos, também pedalo uma vez por semana. São em média 25 km que chego a gastar 1500 kcal. A vantagem do pedal é que a carga é menor sobre os tendões. Além de ser um bom exercício aeróbico, é considerado por especialistas como um treino regenerativo. Outra vantagem, é bom para emagrecer.

    Por que adotei o pedal nos meus treinos ?

    Foi por conta de um Esporão Calcâneo que apareceu depois de muitos treinos para fazer minha primeira Meia Maratona do Circuito Athenas em 2011. Logo depois disso, 2012 foi o ano de vários tratamentos e de recuperação. Foi aí que comecei a pedalar, por recomendação da minha cardiologista. Consegui manter o condicionamento e aos poucos fui retornando aos treinos de corrida, e hoje estou fazendo exercícios de resistencia, chegando aos 10 km. Acredito que em pouco mais de um mes, estarei iniciando os treinos para ganhar velocidade. Aí então estarei em condições de voltar a fazer a grande São Silvestre.        

Fonte: http://www.minhavida.com.br/

Retorno as corridas

   Com treinos Intervalados (3´ trotando e 2´ caminhando) estou pronto para participar da 1a etapa da Circuito das Praias no próximo dia 24 em Peruibe. Nos treinos o tempo médio foi de 45 minutos (Pace médio de 9 minutos /Km), o que está ótimo para quem passou o ano todo de 2012 entre sessões de fisioterapia, acupuntura e muitos exercícios de alongamentos recuperando-se de um Esporão Calcaneo e de uma Tendinose.  

   O retorno está sendo possível porque os treinos não foram totalmente suspensos, pois desde Junho passado venho pedalando para substituir a corrida o que causa menos impacto e contribui na parte aeróbica como a corrida. Vejam matéria no Diário da Saúde

   Agradeço a minha cardiologista do esporte (Dra Maria Janieire Nunes Alves) que incentivou o uso da bicicleta. Apenas para ilustrar tudo isso, segue abaixo a planilha de treinos utilizada.


image001

Obs: esta planilha é de uso pessoal ! Se voce achou interessante, adapte-a as suas condições físicas junto ao seu cardiologista e/ou ortopedista.