Arquivo da tag: Sarcopenia

Como a musculação contribui para o desempenho de um atleta

     Estudos (ver no final as fontes de pesquisa) apontam para os benefícios que a musculação traz as pessoas e corredores que a praticam com regularidade, sendo que o desempenho, o emagrecimento e a redução das lesões são os mais comuns.

     Mas para que a musculação traga os benefícios citados, é super importante que seja praticada no início, com o auxílio de um profissional de Educação Física para se fazer os movimentos corretos para não lesionar.  

DSC_9607

     A musculação deve ser dirigida e orientada conforme as metas de cada pessoa. Umas querem reforçar para as corridas, outras querem buscar um melhor perfil físico, outras buscam apenas o bem estar e a qualidade de vida. 

DSC_9609

    Portanto, a dica mais importante é buscar um profissional para iniciar a musculação, converse e troque idéias para entender o que é melhor para voce.

Fontes: Revista Pesquisa em Fisioterapia. 2014 Abr;4(1):62-70 e Rev Bras Reumatol, v. 46, n.6, p. 391-397, nov/dez, 2006.

Fotos de Wilson Takeo

Sarcopenia

     Conforme a “Revista Pesquisa em Fisioterapia de Abril de 2014” estudos recentes definem a Sarcopenia como a redução de massa muscular, a redução de força e a piora do desempenho físico, podendo atingir pessoas jovens e idosas.  Há algum tempo atrás, era vista apenas como parte do processo de envelhecimento de todo idoso. Porém, poderá atingir também aquelas pessoas que tem um estilo de vida inadequado.

     Mas, ocorre que quando uma pessoa é ativa em atividades físicas adequadas, esta com certeza terá qualidade de vida invejável pois poderá retardar os efeitos da Sarcopenia.

     As formas de tratamento para quem tem Sarcopenia são treino de exercícios de resistência progressiva e exercícios aeróbicos, além de uma nutrição adequada do ponto de vista calórico, proteíco e de quantidade de vitamina D. 

     Em uma consulta em Dezembro com a nutricionista, esta recomendou que a musculação fosse mais regular na minha planilha de treinos. Já vinha fazendo de forma irregular, com pouca intensidade e poucos tipos de movimentos. Recomendou-me a procurar ajuda de um professor de educação física. Este será o assunto do próximo post “Como a musculação contribui para o desempenho de um atleta”.  Aguarde !

Fonte: Revista Pesquisa em Fisioterapia (nro de Abril de 2014)  

Fonte: Revista Pesquisa em Fisioterapia. 2014 Abr;4(1):62-70